Startups do Gênesis - Quadrimind

30.01.2017 // João Marcos

A Quadrimind é uma empresa diferente das demais que incubam no Instituto Gênesis. A empresa acaba de completar onze anos. Quando ingressou no Gênesis, a Quadrimind já tinha mais de oito anos de existência. Normalmente, as empresas germinadas ou incubadas não estão há tanto tempo no mercado, costumam ser startups criadas bem recentemente. O que levou a Quadrimind a buscar a incubação, após já ser uma empresa de certa forma consolidada no mercado? Bem, para responder a esta pergunta, devemos primeiro traçar um histórico da empresa.

A Quadrimind é hoje uma empresa de desenvolvimento de aplicativos, mas nasceu como desenvolvedora de softwares, se utilizando do know-how dos quatro sócios fundadores para iniciar um negócio B2B. Após quatro anos de sua fundação, os sócios abriram os olhos para um mercado promissor que estava em incrível ascendência: criação de apps para o usuário final, B2C. A mudança no modelo de negócios logo mostrou resultado, trazendo bom retorno financeiro e também de satisfação para os sócios desenvolvedores. Daí em diante, a empresa focou neste segmento, alcançando grandes números de downloads.

Os aplicativos desenvolvidos pela Quadrimind são jogos simples, práticos, na maioria das vezes uma atualização de jogos tradicionais de cartas, transpondo a forma de jogar das cartas físicas para a interface mobile. Três jogos se destacam na cartilha de apps desenvolvidos pela Quadrimind, que já criou mais de cem aplicativos: Paciência, Freecell e Spider. Estes três jogos são responsáveis por 60% do faturamento da empresa, que tem como fonte de renda principal as publicidades visualizadas em seu app. Outros jogos complementam a renda, e são jogos dos mais variados estilos, com destaque ao “iCruzadinha”, o aplicativo de palavras-cruzadas que tem o maior numero de downloads da empresa. Guilherme Etz, um dos sócios da empresa, explica que o maior número de downloads não está necessariamente ligado a renda advinda das visualizações em publicidade: “O que importa para o Google, que é atualmente nosso maior cliente, são o número de sessões de usuários por dia. É este número que é convertido na renda advinda dos anúncios”. O mais importante em se tratando de faturamento, portanto, é o número de usuários que jogam aquele app por dia, ou seja, quantas vezes determinado anúncio é visualizado. O número médio de exibições de anúncios nos jogos da Quadrimind é de dois milhões por dia.

Uma das principais tarefas dos sócios atualmente é fazer com que estes jogos não caiam em seu número de usuários, além de conquistar novos jogadores. Para tanto, a Quadrimind investe na melhoria dos atuais jogos, seja na jogabilidade e/ou tecnologia, além de uma melhor adaptação dos jogos a plataforma ANDROID, já que por um tempo os apps recebiam quase que total dedicação a plataforma iOS, devido ao know-how prévio dos sócios. Para o futuro, mas que já está em andamento no presente, a empresa está investindo em Inteligência Artificial e Design, para aprimorar a experiência de uso dos seus produtos.

A Quadrimind buscou ingressar no Gênesis para conseguir se solidificar no mercado, através de uma atuação mais forte voltada para negócios B2B, d ecerta forma voltando um pouco as suas origens. Os sócios estavam preocupados por ter a maior parte de seu faturamento advindo de publicidade, uma renda que, de um dia para o outro, poderia cair vertiginosamente, à mercê dos seus usuários. Para incrementar o faturamento eles buscaram no Gênesis um meio para se aproximarem de grandes empresas e assim venderem seus conhecimentos em tecnologia e desenvolvimento para angariar novos projetos. Contudo, ao longo destes dois anos de incubação, o que o Gênesis deixou bem claro foi o exato oposto, como afirma Guilherme: “Entramos no Gênesis focados em conseguir novos projetos com grandes empresas. Nossa meta era utilizar o network do instituto para fechar negócios B2B. No entanto, o que o Gênesis nos mostrou era que devíamos, pelo contrário, focar ainda mais no B2C, reunir mais esforços, qualificar nossos games. O que foi ótimo para nós, pois conseguimos aumentar o faturamento e continuar em um segmento que já conhecíamos”. Um outro fator de destaque levantado por Guilherme para a Quadrimind ter incubado foi a facilidade na contratação de novos talentos, devido ao fato de estarem dentro da PUC-Rio.

Para os que estão iniciando uma nova empresa, Guilherme dá algumas dicas: “busquem ajuda logo no início. É importante já começar com a ajuda de alguém, seja uma incubadora, um mentor, enfim, alguém de fora da empresa e que já tenha experiência de mercado. Sofremos muito no início por termos começado sozinhos”. Outro ponto que Guilherme deixa em evidência é o quão versátil um empreendedor necessita ser para direcionar seu empreendimento: “Como empreendedor, você é obrigado a lidar com diversos assuntos que nunca passaram pela sua alçada. Você vai ser advogado, administrador, marketeiro. E também vai ter de mudar, constantemente, sair da sua zona de conforto. Vai ter que aprender novas tecnologias, reaprender tudo que já acredita dominar, vai estudar e pesquisar, sempre”.