Gênesis segue como incubadora carioca oficial na 3ª etapa do Samsung Creative Startups

16.02.2018 // Maria

No início de fevereiro, foi dada a largada para a terceira etapa do programa Creative Startups, durante o evento BootCamp da Samsung. O Creative Startups é realizado pela Samsung em parceria com a Anprotec (Associação Nacional de Entidades Promotoras de Empreendimentos Inovadores), a Embrapa (Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária)  e o MCTIC (Ministério de Ciência, Tecnologia, Inovação e Comunicações). O programa selecionou 13 empreendimentos para serem desenvolvidos nesta terceira etapa. Os empreendimentos irão receber apoio financeiro e um amplo pacote de atividades para aprimorar tecnologicamente e mercadologicamente seus produtos e serviços, como treinamentos, assessorias, mentorias, networking e acesso a redes de investidores.

Durante o evento, que marcou o início do programa, Mário Laffitte, vice-presidente de marketing e assuntos corporativos da Samsung América Latina, enfatizou que o Creative Startups tem exemplos que mostram que a junção de esforços da iniciativa privada, do mundo acadêmico, do ambiente de P&D, sempre que tem o apoio do poder público, gera bons resultados, necessários para o desenvolvimento tecnológico do país. “A Samsung vem buscando oportunidades para participar cada vez mais desse ambiente de desenvolvimento tecnológico e ficamos muito felizes por todo o caminho que trilhamos junto com o MCTIC, com a Anprotec, e a Embrapa mais recentemente. Para nós, tecnologia só vale se traz benefício para o indivíduo e, fundamentalmente, para a sociedade. E esse é o espírito da nossa participação neste projeto”, afirmou Laffitte.

Os presentes no evento também puderam conhecer os resultados dos dois ciclos do programa já realizados. Conforme mostrou Luís Gustavo Peles, gestor de projetos da Anprotec, entre o Batch 1 e o 2, o número de incubadoras participantes dobrou, passando de cinco para 10. Já a quantidade de inscritos praticamente triplicou, saltando de 106 na primeira edição para 300 na segunda.

O número de startups apoiadas também subiu, de 8 para 12. Peles enfatizou, ainda, que o seed money por startup foi de R$ 140 mil na primeira edição e entre R$ 50 e R$ 250 mil na segunda. Segundo o gestor de projetos da Anprotec, o volume de recursos usados via Lei de Informática também cresceu entre os dois ciclos, de R$ 1,1 milhão para mais de R$ 2 milhões.

O gestor de projetos da Anprotec também adiantou os resultados previstos para esta terceira edição do programa, na qual serão aceleradas 13 startups. “A expectativa é que 600 empreendedores sejam beneficiados indiretamente e que até R$ 3,5 milhões sejam patrocinados via Lei de Informática”, contou Peles, lembrando duas novidades da edição: a parceria com a Embrapa e o apoio de aceleradoras selecionadas

O Instituto Gênesis é a incubadora carioca oficial do Creative Startups. Na segunda etapa do programa, o Instituto Gênesis concluiu a incubação da startup Pixcube, do Paraná. Para esta terceira rodada, o Instituto Gênesis está incubando uma nova startup, o Guimo Play. O Guimo é um brinquedo inteligente modular criado para ensinar programação para crianças através de brincadeiras. Com o aplicativo em um tablet ou smartphone, as crianças podem programar, se divertir e interagir com o brinquedo. 

Para saber mais sobre o Creative Startups, clique aqui.