O Sistema B e o empreendedorismo de impacto positivo

26.09.2017 // Maria

A PUC-Rio sediou, no dia 13 de setembro, uma palestra organizada pelo Instituto Gênesis com a Gabriela Valente, representante do Sistema B – um movimento de pessoas que usam a complexidade do momento e a força dos negócios para causar impacto positivo para o planeta.

Gabriela apresentou dados impactantes sobre o Brasil e o mundo para contextualizar e evidenciar a importância do trabalho realizado pelo Sistema B, tais como a ausência de saneamento básico para mais de 50% da população brasileira e a má distribuição de recursos. Diante desse cenário, o certificado B une lucro e boas práticas ambientais se tornando uma força de transformação para empresas que querem mudar o mercado e causar impacto positivo.

Existem 125 milhões de empresas impactando o mundo. O certificado B é para quem se propõe a participar de um novo paradigma, composto por negócios conscientes e empresas mais resilientes. Hoje, são mais de 2000 empresas B, localizadas em mais de 50 países redefinindo diariamente o conceito de sucesso de negócio.

 O Sistema B funciona em três pilares: ferramentas para mensuração de impacto socioambiental, poder público e certificação B. Com isso, as empresas conseguem impactar positivamente o mundo, atentando sempre aos aspectos econômicos, sociais e ambientais, tentando minimizar os problemas do processo produtivo e exaltar o consumo consciente.