Bem-vindo à Biblioteca Digital do Instituto Gênesis. Todos os trabalhos presentes na Biblioteca abordam o empreendedorismo e a inovação, em seus espectros social, econômico, cultural e/ou ambiental. Nossa Biblioteca está dividida em duas seções:
- Artigos, publicações, teses e dissertações realizadas por pesquisadores do Instituto Gênesis, ou realizadas por pesquisadores que abordam o Gênesis em seus trabalhos;
- Trabalhos de Conclusão do Curso de Pós-graduação em Educação Empreendedora da PUC-Rio realizado pelo Gênesis e Departamento de Educação da Universidade em parceria com o Sebrae.

Alinhamento das incubadoras de empresas ao contexto regional no Estado do Rio de Janeiro; uma comparação entre metrópole e interior

04.04.2017
Autores: Guilherme de Oliveira Santos
Resumo: Esta dissertação tem como objetivo analisar o alinhamento das incubadoras de empresas ao contexto regional no Estado do Rio de Janeiro (ERJ), fazendo uma comparação entre metrópole e interior. O referencial teórico da análise-se no âmbito da teoria sobre conhecimento regional e da geografia econômica, o papel das regiões nas atuais dinâmicas de conhecimento, com para o papel das incubadoras de empresas enquanto “instituições-ponte” que a sinergia entre a infraestrutura de ciência e tecnologia e o setor produtivo.

Canvas Germinação Impacto Socioambiental

01.01.2017
Canvas para participação do processo seletivo para Germinação gratuita de Impacto Socioambiental.
  • TAGS

Edital Germinação de Impacto

01.01.2017
Edital para Germinação de Impacto Socioambiental
  • TAGS

Artigo EJ - Como a Empresa Júnior PUC-Rio conseguiu fazer com que todos fossem parte da solução

21.10.2016
O presente trabalho foi submetido à Conferência de Empreendedorismo e Ambientes de Inovação, realizada pela Associação de Entidades Promotoras de Empreendimentos Inovadores e tem como objetivo descrever detalhadamente um mecanismo aplicado na Empresa Júnior PUC-Rio. Este é considerado uma boa prática da empresa e demonstrou resultados concretos em sua rotina. A ferramenta consiste no chamado “Problema EJ” e é aplicada no início da trajetória dos membros da empresa, com o objetivo de desenvolver sua análise crítica, visão holística e resolução de problemas.

Educação empreendedora na qualificação de docentes do ensino técnico e profissional: O caso do Pronatec Empreendedor.

21.10.2016
O presente artigo centrará o foco na concepção e no desenvolvimento do primeiro curso de especialização em educação empreendedora realizado no Brasil, pela Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro, visando qualificar professores do ensino técnico e profissional nacional. A iniciativa foi concebida para atender a uma demanda do Sebrae a partir de acordo de cooperação com o Ministério da Educação (MEC) no âmbito do Pronatec Empreendedor, sendo que o Programa responde por uma demanda nacional a qual estas entidades tomaram para si a responsabilidade de implementá-la como política pública estratégica nacional.
O texto abordará o processo e desafios vivenciados na fundamentação teórica metodológica; no processo de concepção; no desenvolvimento do conteúdo e na avaliação dos resultados parciais do referido Programa.

Livro Sentimento EJ

23.05.2016
Resumo: Livro lançado em 2013 pela Empresa Junior da PUC-Rio, em homenagem aos seus 18 anos de história. Através de diversos relatos de ex-membros, consultores e demais parceiros da EJ, o livro nos fala sobre o dia a dia na empresa, os desafios, as conquistas, o propósito e, especialmente, o sentimento em comum que desperta em todos os colaboradores da Empresa Junior.

Economia criativa: o caso das Incubadoras Rio Criativo frente às políticas culturais tradicionais

18.02.2015
Autores: Ruth Mello e Júlia Zardo.
Resumo: O caso da política pública das Incubadoras Rio Criativo é foco deste artigo. A vanguarda e os resultados de iniciativa governamental inspiraram a criação política nacional de incubadoras criativas por parte do Ministério da Cultura. A abordagem histórico-conceitual desse processo no mundo e no Brasil oportuniza tratar de questões como as circunscritas no debate das tipologias e natureza das políticas culturais, assim como sobre as implicações do enfoque de mercado aos empreendimentos criativos frente à natureza de transcendência e gratuidade das expressões e manifestações culturais. Estas políticas são relevantes pela maior visibilidade e escala que têm dado a práticas e conteúdos sobre empreendedorismo inovador a agentes culturais, configurando tais políticas como ações complementares às iniciativas governamentais tradicionalmente observadas.
Palavras-chave: cultura; economia criativa; políticas públicas; Rio de Janeiro; Rio Criativo

Planejamento Gerencial com o auxílio do pensamento radial: o uso de mapas mentais na incubadora social de comunidades da PUC/RJ

01.01.2015
Autor:
Catia Araujo Jourdan e Leonardo de Jesus Melo
Local da Publicação:
Rio de Janeiro, RJ, Brasil.
Resumo:
O pôster apresenta a experiência da Incubadora Social de Comunidades do Instituto Gênesis da PUC/RJ no uso de mapas mentais - um tipo de diagrama que organiza e explora idéias a partir de um núcleo central que se expande em infinitas ramificações - para o planejamento gerencial de suas atividades. Sua principal contribuição gerencial reside na apresentação de elementos reais (aplicados) acerca de uma ferramenta ainda pouco difundida, apesar de extremamente atual e útil no contexto da sociedade do conhecimento e das incubadoras de empreendimentos inovadores.

Rio Criativo: programa de economia criativa do Estado do Rio de Janeiro

02.12.2014
Autoras: Julia Bloomfield Zardo e Ruth Espinola Soriano de Mello
Resumo: A publicação trata dos principais resultados e desafios das fases de concepção e implementação da primeira turma de empreendimentos criativos incubados no Rio Criativo. A iniciativa da Secretaria de Estado de Cultura do RJ, em parceria com o Instituto Gênesis da PUC-Rio, tem reconhecimento internacional por ter sido a primeira incubadora criativa governamental da América Latina, tendo sido inclusive citada no Relatório UNCTAD de 2010 como uma das experiências mundiais mais relevantes de fomento à economia criativa. Em 2012, inspirou o MinC na criação da política pública nacional intitulada Rede de Incubadoras Brasil Criativo.

Meu Futuro Negócio: Formação Complementar Universitária em Empreendedorismo Inovador

01.07.2014
Autores: Julia Bloomfield Gama Zardo, Ruth Espínola Soriano de Mello, José Alberto Sampaio Aranha, Alberto Eduardo Besser Freitag e Daniela Longobucco Texeira Balog.
Resumo: Este trabalho objetiva contextualizar e documentar como a iniciativa “Meu Futuro Negócio”, promovida pelo Instituto Euvaldo Lodi do Rio de Janeiro (IEL-RJ) da Federação das Indústrias do Estado do Rio de Janeiro (Firjan) e o Instituto Gênesis da Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro (PUC-Rio), promoveu uma integração do mundo empresarial com os universitários, através da formação e do aprimoramento no campo do empreendedorismo inovador desenvolvendo aspectos vivenciais, comportamentais e técnicos de geração e fomento de negócios inovadores. A metodologia descrita ao longo do texto consiste em realizar encontros
que reúnam alunos e professores da PUC-Rio, investidores e empresários. Ao final do processo, os alunos enviam ideias empreendedoras que são analisadas e premiadas dentro do contexto da parceria institucional. Quase 400 alunos já participaram da iniciativa que gerou mais de 40 planos de negócios em dois anos.
CURSO EDUCAÇÃO EMPREENDEDORA

Metodologia para Capacitação de Professores Empreendedores

27.07.2017
Autor: Karlomagno Freitas Stedile

Resumo: O curso de Metodologia para capacitação de Professores Empreendedores se baseia em uma metodologia já existente, mas com inovações nas tratativas de elaboração dos planos de ensino com situações de aprendizagem desafiadoras voltadas as especificidades profissionais de cada participante, mas com o foco em possibilidades de empreendedorismo, tanto em ambientes educacionais ou no chão de fábrica ou ainda em negócios autônomos.

Palavras-chave: Educação, Educador, Educando, Escola, Empreendedorismo.
CURSO EDUCAÇÃO EMPREENDEDORA

Contextos empreendedores e desenvolvimento de negócios em uma economia solidária a partir da implementação de composteiras orgânicas na cidade de Patrocínio em Minas Gerais.

27.07.2017
Autor: Ana Lúcia Araujo Borges

Resumo: O termo sustentabilidade aliado as dimensões social, ambiental e econômica tem prevalecido como um tema que merece ser pesquisado no sentido de busca de soluções para os problemas oriundos da falta de responsabilidade e de iniciativas que primem por intervenções capazes de reduzir os efeitos, em especial, da quantidade de lixo gerada nos centros urbanos. Nesta perspectiva, este trabalho tem o objetivo de desenvolver uma proposta de intervenção empreendedora inovadora no que diz respeito a implementação de composteiras orgânicas na cidade de Patrocínio em Minas Gerais, a partir da gestão no formato de economia solidária. Para tanto, são destacadas as necessidades de conscientização da população em relação a responsabilidade individual no enfrentamento do problema de geração e tratamento de lixo. Por outro, lado, esta intervenção também é proposta como uma oportunidade para atuação no mundo do trabalho de forma empreendedora, a partir da utilização ou comercialização do húmus orgânico e de fertilizantes oriundos dos processos de compostagem orgânica. Nesta perspectiva, será mostrado neste texto, o modelo de negócios Canvas desenvolvido para amparar e dar suporte aos futuros empreendedores no desenvolvimento deste negócio.

Palavras-chave: Empreendedorismo. Composteiras Orgânicas. Modelo de
Negócios. Economia Solidária.
CURSO EDUCAÇÃO EMPREENDEDORA

Educação Empreendedora Aprender Fazendo (E.E.A.F.)

27.07.2017
Autor: Leila Regina Reichardt

Resumo: Aplicar uma metodologia ou um modelo de educação empreendedora no ensino médio e nas escolas técnicas, visando transformar o jovem em um profissional pensante crítico e capaz de analisar vivenciando a prática de um negócio.

Palavras-chave: Educação, Empreendedora, Saber fazendo, Jovem.
CURSO EDUCAÇÃO EMPREENDEDORA

Sistema para geolocalização de objetos e materiais para doação: uma proposta de intervenção inovadora em Curitiba

27.07.2017
Autor: Lilian Noguchi

Resumo: Este Trabalho de Conclusão de Curso apresenta uma proposta de intervenção empreendedora inovadora na cidade de Curitiba, sob o tema “Contextos empreendedores e desenvolvimento de negócios e carreiras”. A iniciativa utiliza como base de análise pesquisas de produtos ou serviços similares no mercado e identificação de oportunidade no contexto a ser aplicado. O trabalho tem como resultado a proposta de um sistema cujo objetivo é promover o colaborativismo social na cidade de Curitiba, a partir de um aplicativo para geolocalização de objetos e materiais para doação. O sistema utiliza como elemento mobilizador doações de bens materiais a quem necessita, favorecendo a economia colaborativa e sustentável na cidade.

Palavras-chave: Economia Colaborativa, Consumo Sustentável, Sistemas para Dispositivos Móveis, Cidade Inteligente, Iniciativa Empreendedora.
CURSO EDUCAÇÃO EMPREENDEDORA

Estratégias para aumento da produtividade da Cooperativa de Catadores de Materiais Recicláveis de Olinda-PE

27.07.2017
Autor: Ana Luiza Braz de Souza

Resumo: Catadores e lixo são palavras impactantes que remontam, em primeiro momento, a elementos negativos. Cooperativas assimilam-se a instituições sem potencial de rendimentos. Estimulados pela crise econômica, fomos astutos em repensar nas possibilidades de aumento da produtividade, geração de renda e lucro, e aumento da rentabilidade da Cooperativa de Catadores de Materiais Recicláveis de Olinda-PE. O projeto propõe planejamento e metas a partir do levantamento dos problemas diretamente relacionados com a produção, o fluxo de finanças e a qualidade de vida dos cooperados e funcionários. Em um segundo momento sugerimos um plano em PDCA (SEBRAE, 2016) a fim de concentrar as intenções de mudança e estimular o crescimento do negócio para Pessoa Jurídica como indústria. A atividade foi desafiante em virtude do nível de conhecimento técnico em Gestão de Negócios e das intenções afetivas pela conquista quando da mudança da antiga ONG CENCIPE para a Cooperativa COOCENCIPE. Todavia nos deparamos com um Empreendedor com ampla visão de negócio, relações comerciais consolidadas, especialista em materiais recicláveis, comprometido com o público carente, com o meio ambiente e as diversas causas sociais que atividade da reciclagem contempla – o que foi motivador para conclusão dessa atividade.

Palavras-Chave: Reciclagem; Empreendedorismo Social2,5; Cooperativa; Produtividade.
CURSO EDUCAÇÃO EMPREENDEDORA

Intervenção Empreendedora no Núcleo de Arte e Cultura UNILASALLE-RJ

27.07.2017
Autor: Luciano Rodrigues Pinto

Resumo: A arte exige em si sempre uma ação empreendedora. Desde a definição
do local até o layout de apresentação, das campanhas de divulgação ao
cronograma de apresentações, da seleção do público-alvo à organização
das tarefas de um evento; e assim por diante, a arte se torna sinônimo de
agir de forma empreendedora em eventos e exposições. A própria
metodologia deste estudo, a pesquisa-ação forma uma narrativa
empreendedora. Uma inter-relação entre os saberes da teoria e da prática,
da orquestração de pessoas de diferentes competências em uma sinfonia
cujo ápice são as visitas aos eventos e a divulgação na mídia. Mas os
desafios também se apresentam. Como em uma peça de teatro ou thriller
no cinema, ou livro, é preciso ajustar pequenos erros e os processos. Há
até antagonistas inesperados, reviravoltas e drama – prazos, orçamentos e
tudo mais. O objetivo principal deste estudo é analisar se os componentes
do empreendedorismo são observados nos eventos culturais.
Considerando neste trabalho que existem técnicas de gestão que se bem
aplicadas ajudam na performance das exposições. Bem como é possível
identificar que a inovação e a criatividade surgem no próprio processo de
um evento cultural, não somente nas obras em si mesmas. O Núcleo de
Arte e Cultura da UNILASALLE-RJ, através da Galeria La Salle permitiu
visualizar e participar de todos estes processos simultâneos.

Palavras-chave: Empreendedorismo Cultural, Iniciativa, Arte e Criatividade.
CURSO EDUCAÇÃO EMPREENDEDORA

Capacitação de costureiras e reposicionamento no mercado de trabalho: uma proposta de curso de capacitação em Aperibé – Rio de Janeiro

27.07.2017
Autor: Anna Virginia da Costa Eccard

Resumo: Capacitação de costureiras e reposicionamento no mercado de trabalho: uma proposta de curso de capacitação em Aperibé – Rio de Janeiro. O curso, além de capacitar costureira para trabalhar com roupas de grife, vai garantir trabalho após o curso. A capacitação acontecerá devido à união da prefeitura de Aperibé, da empresa que vai disponibilizar as peças da grife Animale para a capacitação e para o trabalho constante ao término do curso e das alunas que irá participar. Para o desenvolvimento do presente trabalho foi utilizado à pesquisa bibliográfica, o estudo de caso com pesquisa de campo e entrevista. Quanto à metodologia para a iniciativa empreendedora, será ensinado um tipo de costura para um determinado tipo de cliente, mas este conhecimento pode ser aplicado nos mais variados produtos no ramo do vestuário como, por exemplo, cama, mesa e banho, roupas de animais, forros de carros etc. O conteúdo das disciplinas do Curso de Educação Empreendedora contribuiu para a formulação da proposta. Desta forma, a negociação com o prefeito, com a empresa envolvida e com as costureiras foram satisfatória, sendo base para a elaboração do curso. A futura recolocação das costureiras no exigente mercado de trabalho vai melhor sua remuneração e valorização pessoal, no sentido de bem estar. Tendo cumprido ao final todos os objetivos proposto para a implantação da intervenção na cidade de Aperibé.

Palavras-chave: Capacitação, costureiras, Aperibé, trabalho e empreendedorismo.
CURSO EDUCAÇÃO EMPREENDEDORA

Projeto de Curso Inovador de Empreendedorismo por Meio de Objetos Virtuais de Aprendizagem: uma intervenção da prática docente na modalidade EAD

27.07.2017
Autor: Carlos Eduardo Marques Thompson

Resumo: A educação a distância é usada massivamente como fomentadora do crescimento pessoal e profissional e aproveita o desenvolvimento das tecnologias da informação e comunicação para oferecer recursos cada vez mais interativos e interessantes tanto para professores quanto para estudantes. Mas para que se tornem efetivas, é preciso que os profissionais conheçam e saibam como usar essas tecnologias. Os objetos de aprendizagem são tecnologias educacionais digitais que se apresentam como uma vantajosa ferramenta de aprendizagem e instrução, que podem ser utilizados para o ensino de diversos conteúdos, incluindo de empreendedorismo. Tais objetos se apresentam nos ambientes virtuais de aprendizagem, na forma de conteúdos escritos, textos, imagens, atividades ou outros recursos didáticos construídos especificamente com objetivo de dar suporte à aprendizagem. Este trabalho discute os elementos de um curso inovador de capacitação de professores com o uso de objetos de aprendizagem para o ensino de empreendedorismo, na modalidade educação a distância.

Palavras-chave: Educação a distância; Objetos de aprendizagem; Ensino de empreendedorismo; Projeto de intervenção docente.
CURSO EDUCAÇÃO EMPREENDEDORA

Empreendedorismo Educacional: Planejamento de uma proposta de curso de gestão empreendedora para professores da rede municipal de ensino

27.07.2017
Autor: Caroline Sorrentino Demori

Resumo: A proposta do projeto tem por objetivo fomentar a prática da gestão empreendedora nas escolas. O empreendedorismo no Brasil começou a se desenvolver na década de 90 e permanece em evolução contínua, não só no meio empresarial, mas também no educacional. Acreditamos que esse projeto de capacitação de professores da rede pública municipal, abrirá um horizonte para o desenvolvimento do empreendedorismo educacional nas escolas, tornando os professores melhor capacitados e preparados para despertar nos alunos o espírito empreendedor, de forma a estimular a inserção no mundo do trabalho, por meio de uma postura empreendedora. A proposta foi embasada em referências bibliográficas. A discussão da proposta foi contextualizada à partir dos conceitos de empreendedorismo, educação empreendedora, do papel do professor na educação empreendedora e importância das tecnologias para a educação empreendedora. Por fim, o desenvolvimentos da propostas do projeto de planejamento de um curso de empreendedorismo para professores da rede pública de ensino.

Palavras-chave: Empreendedorismo; Educação empreendedora; Tecnologias.
CURSO EDUCAÇÃO EMPREENDEDORA

Empreendedorismo Educacional: uma proposta inovadora de empreender nos cursos técnicos da área da beleza

27.07.2017
Autor: César Gonçalves de Annunciação

Resumo: A proposta do projeto tem por objetivo fomentar a prática da gestão empreendedora e conquistar o espaço da beleza, fazendo com que seu nome seja conhecido através da qualidade em atendimento e inovação para os cursos profissionalizantes na área da beleza. Esse mercado se transformou em uma área extremamente competitiva e importante em todo o mundo. Face ao desafio da proposta de construir uma ideia de gestão empreendedora na área da beleza, instigou-me a buscar conhecimentos não só no curso de pós-graduação, mas também em autores renomados que falam sobrea a gestão empreendedora. O método utilizado na pesquisa foi em referências bibliográficas. Este trabalho discute os elementos de uma gestão empreendedora com curso inovador na área da beleza para capacitar profissionais da área.

Palavras-chave: Empreendedorismo; Empreendedorismo Educacional; Cursos Técnicos.
| 1 | 2 | 3 | 4 | 5 | 6 | 7 |
| 1 | 2 | 3 | 4 | 5 | 6 | 7 | 8 | 9 | 16 |

PALAVRA-CHAVE

BIBLIOTECA GÊNESIS

PÓS-GRADUAÇÃO EM EDUCAÇÃO EMPREENDEDORA